Keblinger

Keblinger

Ainda Não Te Possuo

O dia nasce lentamente
O dia corre acelerado
O dia morre de repente.
Todo dia igual...Que a gente nem sente.

Ás vezes você está do meu lado
Sim, te sinto mesmo ausente
Pretensão?
Não, antes sentimento.

Sempre fui assim.
Cai a noite e a lua me deseja.
Eu preciso te encontrar.
Forma mais especial das formas.

Amo-te e mentiria se falasse que não te conheço.
Já te conheço há tanto tempo.
Ainda não te possuo
Mas te conheço.

Um dia nos encontraremos
Cara metade...Alma gêmea
Seja como for, seja como queira
É para ti que entregarei todo o meu amor.

Carolina Salcides

Um comentário:

  1. Nossa!vc está empolgada ein Carol!quantos textos em tão pouco tempo... Este foi muito bom!!Senti-me muito inspirado pelas tuas palavras!Profundo mesmo!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2005-2013 Carolina salcides. All Rights Reserved. Todos os Direitos Reservados.