Keblinger

Keblinger

Não

A magia em mim habita
Mira em meus olhos
E minha alma te devora.
Não tente me desvendar
Se tentar não me deixe perceber...
Sou alada, ousada, assustada
Se me fechar, vai me perder.
Me fecho no meu mundo
Não no teu.
Sou livre, sou minha
Só minha, meu bem.
Meus encantos e mistérios te fascinam
Mas teus olhos me tiram do sério...
Tua boca sedenta da minha
Faz meu corpo tremer
Me faz sair da linha.
Não me tire da linha!
Não me tire de mim!
Não me olhe!
Não me sobrevoe!
Não me encante!
Não me ame!
Não
Não
Não...

Carolina Salcides

19 comentários:

  1. Perfeito... adequado ao momento, gostei do teu cantinho, acho que encontrei mais um pedacinho dos meus, dos tantos que tenho tentado juntar por aí... Virei mais vezes aqui! Parabéns! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Perfeito... adequado ao momento, gostei do teu cantinho, acho que encontrei mais um pedacinho dos meus, dos tantos que tenho tentado juntar por aí... Virei mais vezes aqui! Parabéns! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá. Palavras repletas de lirismo e encantos. parabéns. Continue a escrever.//bj...

    ResponderExcluir
  4. Carolina
    Achei sua poesia muito linda.
    Embora este "não" muitas vezes seja sim.Porque queremos e não queremos ao mesmo tempo...Faz parte dos nossos mistérios de mulher.

    ResponderExcluir
  5. adoro vir aqui... sempre tudo muito bonito...

    quantas vezes tenho a impressão que vc me conhece tão bem, que fala por mim aqui...

    tenha uma semana especialmente feliz!

    um carinho

    AS PALAVRAS
    VITOR HUGO FRAGA HERZOG

    As palavras pronunciadas
    Bem usadas, com requinte,
    Resumidas e poupadas,
    Favorecem ao bom ouvinte.

    ResponderExcluir
  6. BORBOLETA SORRIDENTE GOSTO DA SUA FORMA DE FALAR DO AMOR.

    GOSTO DESTE AR DE MENINA E DA IMPETUOSIDADE. GOSTO MUITO DO SEU SORRISO INEGÁVEL DE AMOR.

    INTERESSANTE POIS SEMPRE TEM UM COMENTÁRIO SEU EM MEUS ESCRITOS E AMBAS SOMOS MÍSTICAS.

    SAÚDE, PAZ, AMOR E PROSPERIDADE.
    UM SALTO MARAVILHOSO 2006.

    ResponderExcluir
  7. Ione Gosling10/4/06 14:34

    Menina!!!!

    Além de linda ainda escreve poesias.

    Que Deus te abençoe hoje e sempre para que possas nos encantar com "seus escritos".

    Parabens e bejins carinhosos.

    (Abri em Poesias e me deparei com as suas e amei!!!)

    ResponderExcluir
  8. Jaqueline Salcides Gonçalves10/4/06 14:35

    Muito linda a sua poesia e o seu amor!
    Parabéns!
    Jaqueline

    ResponderExcluir
  9. Admirador10/4/06 14:40

    Esse "não" muitas vezes quer dizer sim.

    Muitas vezes queremos e não queremos ao mesmo tempo...

    Somos tentados... e precisamos dicernir entre a razão e o coração...

    Ficou interessante e forte, parabéns...

    ResponderExcluir
  10. Não! Um linda forma de dizer não, como sempre em versos lindos....
    Parabéns pela obra publicada no Mosaico.
    Mil BJos

    ResponderExcluir
  11. EDUARDO POTIGUAR11/4/06 00:41

    Poxa carolina, muito bonito o seu "não"., mas ele surge por que? medo
    de se entregar a alguem?, não precisa responder....deixa minha duvida
    pairar no ar.
    mais uma vez parabens.
    abraços

    ResponderExcluir
  12. E quem não sabe que a magia habita as borboletas?
    Simplesmente mágica a sua poesia!
    Beijos, Carol.

    ResponderExcluir
  13. ótima, muito boa mesmo!
    =)

    preciso visitar o site mais vezes...
    acompanhar como andam as flores poéticas que surgem nesse jardim...

    grande abraço!
    fica com Deus!

    ResponderExcluir
  14. Muito lindo seus textos...
    Uma poesia que mexe não só com o coração , mas que nos faz refletir, um texto enxuto, livre, leve , suave..uma poesia inspirada..
    Valeu gostaria de tc contigo luckcosta1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Bela poesia...
    Assim como vc nos encanta em sua maestria de palavras...
    Bjs no coração querida..

    ResponderExcluir
  16. oiee, seu blog eh lindo iluminado = a vc bjinhux

    ResponderExcluir
  17. Lindo esse poema!!!
    Perfeito Mesmo!!!!
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  18. As tuas poesias são bonitas, mas são algo mais que poesia. São fotografias-charadas. Eu diria que o que vc mais quer neste momento é um: sim, sim, sim. Não és mais casulo e, sendo borboleta, quer voar e ampliar os teus horizontes. Abra as asas da alma e voe, Ká, as borboletas voam...

    ResponderExcluir
  19. Não sou atrevido o bastante para tentar de decifrar.
    Não sou culto o bastante para tentar te interpretar.
    Não sou tolo o bastante para tentar de desvendar.
    Não sou louco o bastante para ir além do que pediu.
    Não sou grande o bastante a ponto de te menosprezar.
    Não sou paranóico o bastante a ponto de te estiguimatizar.

    Não! Não! Não! pare de ser essa poetisa fascinante.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2005-2013 Carolina salcides. All Rights Reserved. Todos os Direitos Reservados.