Keblinger

Keblinger

Sedenta

Caminho no deserto
Sozinha
Quente
Seca.
Sufoco o amor
Escorro em desejos
Deslizo em vontades
Saudade dos beijos...

Caminho no deserto
Arenoso
Impiedoso.
As lágrima secam no rosto
Teu olhar uma miragem
Distante de mim...

Caminho mesmo assim
Em busca da fonte dos desejos
Perdida e afastada de mim.
Busco a água que me sacia
E o teu amor que antes valia.

Carolina Salcides

Um comentário:

  1. Linda poesia Carolina, no amor , sofremos, choramos, mas do amor perfeito nunca largamos ou deixamos de procurar. Beijos carinhosos JR

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2005-2013 Carolina salcides. All Rights Reserved. Todos os Direitos Reservados.