Keblinger

Keblinger

Poesia Número 100


Cem vezes me perdi
Cem vezes me encontrei
Sem medo vezes fiquei
Sem você também.

Cem vezes disse te amo
Cem vezes tá tudo acabado
Sem coragem de ir embora
Sem certeza também.

Cem motivos para amar
Cem outros para continuar
Sem sonhos não tem graça
Sem coragem ele disfarça.

Cem histórias pra contar
Cem motivos pra viver
Cem idéias novas
Para que eu possa sempre escrever.

Carolina Salcides

6 comentários:

  1. Primeiro poema que ficou mais bonito no "papel" do que falado. Lindíssimo!
    Tu, hein? Cada vez melhor, cada vez mais universal, cada vez mais arte.



    Amor é amar 100 razões. Amar e ponto.


    bj R.

    ResponderExcluir
  2. Olááá Carol...

    Bonita sua poesia nº 100, e esses 100 ou cem ou sem... ñ vem mto ao caso né... o importante é ter amor no coração e doa-lo pra qualquer pessoa.
    Bjnhos... bom domingo

    Gleice Lúcia

    ResponderExcluir
  3. Estive a ler o seu blog e encontrei por aqui palavras agradaveis. cumprimentos.

    ResponderExcluir
  4. Vinícius3/10/05 22:05

    Cem vezes rezei pra encontrar alguém como você.
    Cem anos ao teu lado quero viver
    Sem querer eu lhe encontrei
    Sem você eu não posso viver.

    Lindo poema amor, agradável, leve e espontâneo.

    Te AMO!!!! Vi

    ResponderExcluir
  5. cada vez k cá venho há sempre algo agradável para ler...

    ResponderExcluir
  6. nossa linda as poesias amei pode mandar umas pra mim se poder mande para luri.silva@globo.com sempre voltarei aqui

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2005-2013 Carolina salcides. All Rights Reserved. Todos os Direitos Reservados.