Keblinger

Keblinger

Jardim De Rosas

Ela contempla a lua
Voa com as borboletas
Pede pras estrelas
E mergulha num jardim de rosas.

Ela não mente para si
Pois mentir para si mesma
É como a rosa querer acreditar
Que não tem espinhos.

Assim ela vive
Num mar de rosas
Sempre
Sim.

Quem tem medo dos espinhos
É o pessimista que diz
Que nem sempre
A vida é esse mar.

Ela se entrega de alma
Para a vida e para o amor
Com tudo que existe
De bom e de ruim.

Os espinhos fazem parte
E ás vezes por medo de arriscar
Não nos permitimos se felizes.
E ela mergulha num jardim de rosas.

Carolina Salcides

Um comentário:

  1. Carolina, tão lindo o que vc escreve, realmente maravilhosos seus versos, percebe-se como vc é um anjo de mulher, parabéns garota, ler seus poemas traz conforto pro coração, doçura pra alma.És mesmo uma borboletinha. Parabéns! Todos os poemas seus que li, adorei, ainda vou ler todos com muito prazer. Beijos, com carinho!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2005-2013 Carolina salcides. All Rights Reserved. Todos os Direitos Reservados.